O que saber para alugar um imóvel.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Alugar um imóvel pode ser uma tarefa complicada. O interessado poderá levar semanas buscando um lugar que atendas às suas necessidades. Além disso, o aluguel influenciará o orçamento financeiro do indivíduo.

No atual cenário econômico, marcado pela instabilidade gerada pela pandemia do novo coronavírus, é preciso priorizar a organização das finanças. Nesse contexto, conhecer as diferentes opções de pagamento de aluguel é essencial para manter as despesas fixas em dia e coordenar melhor os projetos futuros.

No entanto, alugar um imóvel também significa liberdade e privacidade. Seja para o jovem que quer sair da casa dos pais, para o casal recém-casado que precisa de um lugar para chamar de lar ou para aquelas pessoas que precisam se mudar por causa do trabalho ou estudo.

Tendo isso em vista, vamos apresentar quais são as formas de se pagar aluguel e como escolher entre elas. Veja o que deve ser considerado nesse momento e como funciona o pagamento de aluguel. Ainda, entenda a importância de compreender as regras em relação ao contrato de locação para evitar problemas futuros.

  1. Quanto você pode pagar?

Essa é a primeira pergunta que você precisa responder. Repare que ela não é “quanto você deseja pagar”, mas o quanto você pode investir em aluguel, lembrando-se que esse pagamento será mensal.

O ideal é o que o valor do aluguel corresponda a no máximo 30% do seu salário líquido. Desse modo, você não colocará em risco suas finanças e nem ficará inadimplente com contas como a água, eletricidade, internet e supermercado.

Quando você define o valor máximo que está disponível para pagar um aluguel, já são eliminadas dezenas de opções de imóveis. Isso já ajuda a tornar esse processo mais ágil.

Vale frisar que o pagamento de aluguel é diferente do caução, do seguro fiança que são formas de pagar pela garantia do aluguel. E isso será também um custo. Geralmente, a garantia de aluguel é feita com fiador, caução e outros meios. Inclusive a Caução Fácil surgiu quando identificamos que as opções de garantias locatícias eram muito caras e só traziam benefícios ao PROPRIETÁRIO, mas geravam uma obrigação de pagar ao INQUILINO.

Então é importante saber que a garantia será necessária durante todo o período de locação e mesmo na modalidade FIADOR, onde não há custos envolvidos, há valores ocultos, como o favor pela fiança, que podem ser mais caros do que o custo financeiro da operação, ainda mais com a caução fácil garantia parcelada, onde você pagará a caução parcelada no seu cartão em até 36 meses e receberá no termino do contrato o valor corrigido de acordo com a Lei 8.245/91, com o custo de apenas 3% do valor do seu aluguel mensal, durante todo o contrato.

Com isso em mente, sugerimos que inicie suas buscas nas imobiliárias conveniadas em nosso site!

More to explorer

Volume de Ações de Despejo

Mensalmente mais de 1000 ações de despejo e consignatórias de pagamento são interpostas apenas no Estado de São Paulo. Por esse histórico de inadimplência, independentemente da motivação, a Lei 8.245/91 trouxe para diminuir o risco de inadimplência dos PROPRIETÁRIOS, as garantias locatícias. Na CAUÇÃO, limitou e assim, protegeu a parte mais frágil da relação, ao

Conheça as modalidades de garantias locatícias

Conheça as vantagens e as desvantagens de cada modalidade de garantia locatícia e a novidade trazida pela CAUÇÃO FÁCIL no parcelamento de garantias. Em 04/02/2019 o Secovi, Sindicato da Habitação escreveu um texto sobre as garantias locatícias existentes na Lei do Inquilinato, 8.245/91. Até esse momento, ainda não havia sido criada a Caução Fácil, que surgiu

Nossa História

A CAUÇÃO FÁCIL nasceu a partir da necessidade de viabilizar negócios imobiliários, para pessoas que, como você, buscam opções de garantia que sejam flexíveis para atender os objetivos do LOCATÁRIO e seguras para garantir as condições contratuais exigidas pelo LOCADOR. Decidimos unir nossas experiências oriundas do mercado financeiro e imobiliário, para criar uma solução simples: um produto de intermediação que

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer tirar dúvidas? WhatsApp